blank-basics-blog-post-moda-sustentavel-slow-fashion

Slow Fashion: um propósito!

Escrito por Blank Basics

Slow Fashion na história

Em 2007, a inglesa Kate Fletcher utilizou o termo “Slow Fashion” pela primeira vez, em um artigo no The Ecologist, ao comparar a indústria da moda eco/sustentável/ética ao movimento Slow Food.

A partir de então, a indústria da moda se deparou com um novo momento. Muito mais que um modismo, o Slow Fashion é um movimento da moda que foi cunhado em um mundo onde a ética e a sustentabilidade se tornaram centrais na sociedade.

slow fashion vs fast fashion
FOTO DIREITA: OURGOODBRANDS

3 Princípios Básicos

Três princípios básicos definem o movimento Slow Fashion:

  1. Abordagem Local
  2. Sistema de Produção Transparente
  3. Produtos Sustentáveis e Sensoriais

Muito mais do que simplesmente gostar do produto pela sua aparência, o consumidor atual busca primordialmente conhecer a origem e o processo de produção. Procuram peças de roupa atemporais, dando importância à versatilidade, baixa manutenção e maior qualidade.

Ao manter a produção local, em “comunidades produtivas”, esse processo é mais transparente, há menos intermediação e maior valor cultural e material para o consumidor.

Diferentemente da Fast Fashion, a produção de Slow Fashion garante uma fabricação de qualidade para prolongar a vida útil da peça. A Slow Fashion pode ser considerada, então, uma reação ao movimento da Fast Fashion. Desenvolver uma peça de roupa com uma conexão cultural e emocional também é pertinente ao objetivo subjacente a Slow Fashion: os consumidores manterão uma peça de roupa por mais de uma estação ao sentirem-se emocional ou culturalmente conectados à peça de roupa.

blank basics slow fashion producao local feita a mao

A Blank Basics nasceu com esse propósito, com produção local, foco no processo e na qualidade dos materiais. Muito mais que um movimento, acima de tudo fazemos parte de um propósito de vida.

Nascemos em Florianópolis, no Estado de Santa Catarina, com reconhecimento internacional da produção têxtil e não poderíamos fazer diferente.

Desde a escolha dos materiais, priorizamos sobretudo a sustentabilidade, ao optar por malhas com fibras naturais como o linho (fibra vegetal) e modal (fibra botânica).

Optamos pela produção local, feita à mão, de forma artesanal e slow. Um time de costureiras apaixonadas produzem cada Blank com muito carinho e dedicação.

E você? É uma slow ou fast fashionist?